segunda-feira, 16 de abril de 2012

reeducando a mastigação e deglutição

120 dias de Pós.... 4 meses se passaram e parece que foi ontem!    ....pois é! hj eu to de parabéns, mas a luta continua!

Não foi ontem que fiz minha ortognática mas, ontem fui à mais uma seção de fisio/fono tratar a mastigação e deglutição como havia dito no post anterior.
Nunca, durante minha vida inteira, mastiguei e/ou degluti corretamente;
Mas agora, desfrutando de uma mordida perfeitinha, posso me permitir reeducar tais fatores que, diga-se de passagem, importantíssimo pra um resultado satisfatório num pós ortog.

Os exercícios são muitos simples, e discorri sobre a importância de alguns no post anterior.
Minha mastigação era péssima (limitação decorrente do prognatismo), e agora preciso abandonar velhos hábitos...

Vale salientar que se faz necessário adotar uma disciplina séria, nos treinos.

Então agora tenho que impreterivelmente me acostumar a mastigar sempre primeiramente do lado esquerdo e seguir a mesma quantidade de mastigações pro lado direito, repetindo isto sempre que necessário antes de deglutir o alimento e preocupando-me em manter um movimento circular na mandíbula na direção em que mastigar;
ex: lado esquerdo, movimento no sentido horário; lado direito, movimento anti-horário; isto é importantíssimo! ajuda a minimizar os efeitos da memória muscular.

Após mastigar o alimento direitinho, devo aglutinar o alimento no centro da língua, prender a ponta da mesma encostada nos incisivos frontais e só então deglutir.
Imaginem que engolimos a saliva mais de mil vzs por dia, e partindo da ideia de que a engolimos erroneamente, e que na maioria das vzs projetamos a língua pra frente, teremos ao final de um mês uma insistência superior à 30 mil vzs da força de um músculo super potente sobre nossos dentes, e isto pode projeta-los pra frente, e tornar vã a função corretiva do aparelho ortodôntico.
Então, o interessante é treinar a aglutinação da própria saliva, afim de facilitar a prática com alimentos.
Não esqueça também que para obter êxito na conquista deste novo hábito, não basta só mastigar e engolir  corretamente, outros vícios precisam ser evitados.
Por exemplo, a quantidade de comida que se leva à boca e a velocidade utilizada na mastigação...
Levar uma pequena quantidade de alimento à boca afim de ser mastigado além de ser elegante, te permitirá mastigar toda porção.
Mastigar todo o alimento  lentamente te garantirá uma digestão mais rápida. Lembre-se que o aparelho digestivo começa pela boca!!!!

Confesso que na primeira semana foi dureza ter de lembrar todas as regras, mas, eu consegui e agora lembro de segui-las sempre que me proponho comer alguma coisa, e isto inclui os momentos em que ingiro líquidos também; e chegará o dia em que isto se tornará um hábito e então eu deixarei de me policiar por já estar 100% atrelada.

Dica: treine aglutinação com iogurtes mais pastosos...

Continuo devendo algumas fotos... tô sabendo galera! postarei logo menos.

                                                Orientações por Drª Karyna Figueiredo 


by.

2 comentários:

Paula Maria disse...

Minha mãe me levou à fono e ela disse que eu além de falr errado, mastigo errado e tenho um vício na língua. Faço exercícios toda semana e agora vou conversar com ela sobre como será os exercícios depois que eu operar. Será que vai piorar? Acho que terei mais trabalho. :/
Rosana vou mostrar teu blog à ela.

rosana oliveira disse...

Paulinha, o vício lingual é bem comum em pacientes classe II. Os exercícios pré operatórios são importantíssimos! Vão ajudar a garantir um resultado ortodôntico mais preciso. No pós operatório, os exercícios se tornarão mais trabalhosos em decorrência da limitação mocinha... sobretudo do edema dos primeiros dias.

Pode continuar mandando email, tá?
Agradeça à tua mãe pelas belas palavras =)

bjão, pequena.