quinta-feira, 3 de maio de 2012

vivendo um aparente paradoxo aspirando satisfação...

Com 137 dias de Pós 


Já  discorri em outros post's sobre o meu contentamento com a profissão que até então escolhi.
Como vcs sabem, estudo Construção de Edifícios, é um curso técnico, com duração de dois anos e com uma matriz curricular excelente.
Me descobri dentro da área de construção civil, acho uma delícia!!!
Minha curiosidade aguçada é superada na sala de aula e no canteiro de obras... Comecei a estagiar desde o 1º período, na Construtora Carrilho e lá, estive até o presente dia.
Concluo meu curso em junho deste ano com a sensação de curiosidade saciada!
Costumo dizer que paixão é efêmera... contudo, intensa! ...deixa marcas, saudades, lembranças, aprendizado...


Hoje eu pedi demissão da empresa em que com propriedade estagiei. Abdiquei do estágio na reta final!
Algo inconcebível pra algumas pessoas. Um paradoxo? talvez...


A questão é que sou obstinada! tanto como fui pra fazer a Ortognática quanto pra decidir diferentes questões da minha vida.
Fui apaixonada por tudo que desenvolvi na área, mas foi até aqui e não mais adiante!
Com certeza, não amo Construção civil hehe, do contrário, não "abriria mão".


Sei o que quero, sobretudo o que não quero! E eu busco satisfação!!! eu quero é ser feliz!!!!
Guardarei meu capacete, tenho-o comigo desde a primeira obra que trabalhei...olharei para ele todos os dias contente.


Sei compreender quando uma nova etapa da minha vida se inicia; sou acessível à mudanças, sou flexível à elas.
Me sinto leve... fiz a coisa certa! e agora me restará saudades... boas saudades!
O aprendizado permanece. Ninguém o tirará de mim.
Sou fascinada por conhecimento!!! 


Experimentarei o que quiser... explorarei o conhecimento que houver... exercitarei meu intelecto superando-o todos os dias.




by

2 comentários:

Marina Silva disse...

Mocinha... me diga! quando você escreveu este post já pensava em fazer Odonto? rsrsrsrsrs

A casa post que leio vejo que você é muito inteligente, além de expressar muito bem! Confesso que nãoteria tanta coragem nem atenção pra fazer e entender as coisas como você fez.
Admiro as pessoas assim!

Parabéns!

rosana oliveira disse...

Marina, eu ja pensava sim... mas de forma mt vaga.

Graças à Deus, deu atenção À esta possibilidade.

obrigada pelas palavras, bjão